Polícia prende acusado de matar mulher e outras dez pessoas em Feira de Santana

A Polícia Civil de Feira de Santana conseguiu elucidar o crime contra a jovem de 20 anos, identificada como Ester de Jesus Cruz Ferreira, morta a tiros no dia 17 de abril dentro do Residencial Jardim das Oliveiras, no bairro Conceição.

Em entrevista ao Acorda Cidade, o delegado Felipe Ghiraldelli, explicou que a elucidação do crime teve início com as investigações ainda no local do crime e a partir das informações colhidas, a equipe da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), conseguiu finalizar o inquérito.

“Nossa equipe em um primeiro momento ainda no local do crime, começou a levantar as informações que eram relevantes para a respectiva elucidação. Fizemos o contato com algumas testemunhas e levantamos outras informações que estavam ligadas às investigações. Conseguimos a elucidação com a autoria do crime contra a Ester, foram identificados dois indivíduos, um menor de idade e outro já maior de idade, inclusive muito perigoso envolvido em outros homicídios. Com as informações redigidas, a representação pela prisão preventiva do indivíduo ocorreu com o parecer positivo do Ministério Público e o cumprimento do mandado de prisão”, explicou o delegado.

O mesmo autor do crime contra a jovem Ester de Jesus, também é acusado de ter matado o mecânico Moabe Nunes da Silva, morto a tiros no interior de uma oficina na rua Calamar, bairro Conceição.

“Nossa equipe dentro de 15 dias também conseguiu levantar as informações, conseguimos formalizar os altos que eram necessários, tivemos testemunhas além de outras informações que eram relevantes e conseguimos chegar ao mesmo autor do crime contra Ester. Foi redigida a representação pela prisão preventiva e o poder judiciário permitiu também mais um cumprimento de mandado de prisão em relação a este indivíduo. Cabe ressaltar que esta mesma pessoa está envolvida em outros homicídios aqui deste município e continuamos trabalhando de forma árdua para elucidação de outros crimes”, destacou o delegado informando  ao Acorda Cidade que ele é suspeito de cerca de 10 assassinatos.

Ainda segundo o delegado Felipe Ghiraldelli, o acusado já tinha sido preso em flagrante pela Polícia Militar, por porte ilegal de arma de fogo, mas logo foi liberado.

“Este é um indivíduo de alta periculosidade, ele foi preso em flagrante pela Polícia Militar por porte ilegal de arma de fogo, porém não ficou preso, então nossa equipe de investigação da Polícia Civil conseguiu os mandados de prisão relacionados aos homicídios e atualmente, encontra-se preso no Conjunto Penal de Feira de Santana”, concluiu o delegado..

Com informações do repórter Aldo Matos do Acorda Cidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui